Prefeito Dr. Pessoa solicita entrada da OAB em auditoria na FMS

Celso Barros Neto elogiou a iniciativa do prefeito Dr. Pessoa ao pedir a participação da Ordem dos Advogados na auditoria, o que reforça a autonomia da auditoria e da comissão constitu√≠da pela prefeitura.

Por Redação em 30/01/2023 às 09:30:19
 Marcelo Cardoso / Semcom

Marcelo Cardoso / Semcom

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, visitou a sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Seccional Piauí, na manhã desta segunda-feira (30), onde se reuniu com o presidente da entidade, Celso Barros Coelho Neto. Na oportunidade, o chefe do executivo municipal solicitou formalmente o acompanhamento da OAB na comissão constituída para apurar possíveis irregularidades em processos de pagamentos da Fundação Municipal de Saúde (FMS).

"J√° instalei uma comissão interna para ver a situação na Fundação Municipal de Saúde, e a Ordem dos Advogados do Brasil é o cobertor da democracia, então, procurei a OAB para dar mais clareza, mais lisura nessa auditoria instaurada pela Prefeitura Municipal de Teresina", declarou o prefeito.

Celso Barros Neto elogiou a iniciativa do prefeito Dr. Pessoa ao pedir a participação da Ordem dos Advogados na auditoria, o que reforça a autonomia da auditoria e da comissão constituída pela prefeitura.

"É importante que diante desse fato haja autonomia dessa comissão que vai apurar eventuais inconformidades com a administração pública, e a OAB est√° sempre a acompanhar essas auditorias. É importante que as auditorias tenham autonomia para fazer as averiguações necess√°rias e aí sim possam ser detectadas eventuais irregularidades. Também é importante, enquanto gestor público, ter sempre essa sensibilidade de ordenar que sejam apurados e dar autonomia para a auditoria e a comissão que est√° a fazer essas averiguações", afirmou o presidente da OAB Piauí, Celso Barros Neto.

Com o pedido formal do prefeito, o presidente da OAB deve designar comissões internas da seccional para auxiliar no processo de autoria na pasta da saúde do município.

A comissão

Instituída por meio de decreto assinado pelo prefeito, no dia 26 de janeiro, a comissão realizar√° uma auditoria na Fundação Municipal de Saúde, e poder√° requisitar a colaboração pessoal, bem como documentos que auxiliem os trabalhos.

A comissão vai realizar inspeções in loco e solicitar outras informações que sejam necess√°rias para o cumprimento do objeto do decreto.

Ao final dos trabalhos, a Comissão Especial dever√° apresentar relatório conclusivo da auditoria executada. Os trabalhos devem ter a duração de 30 dias, podendo este prazo ser prorrogado, caso haja necessidade.

A comissão tem como objetivo analisar os contratos e processos de pagamentos da FMS e ser√° presidida pelo Procurador-Geral do Município (PGM), Ari Ferreira.

A Comissão Especial tem a seguinte composição:

Ari Ricardo da Rocha Gomes Ferreira – Procurador-Geral do Município

Ricardo Teixeira de Carvalho Júnior – Auditor-Fiscal da Receita Municipal

Esdras Avelino Leitão júnior –

Auditor-Fiscal da Receita Municipal

José Maria de Moura e Vasconcelos – Auditor-Fiscal da Receita Municipal

Valber de Assunção Melo –

Advogado da FMS

Bruna Sullivan Rodrigues da Silva –

Chefe de Gerência Executiva da FMS (Gerência de Contabilidade)

Daniel Medeiros de Albuquerque – Procurador Municipal


Comunicar erro
Feira Felipi

Coment√°rios